Parestesias do Membro Superior, o que são e como lidar!

Parestesias do Membro Superior, o que são e como lidar!
17.07.2020

Parestesias do Membro Superior, o que são e como lidar!

As parestesias, também conhecidas como a sensação de formigueiro, picadas, dormência ou ardor, são perturbações da sensibilidade tátil derivadas de uma irritação do tecido nervoso.

No membro superior, as parestesias geralmente acontecem devido a um comprometimento do plexo braquial, particularmente dos seus 3 nervos principais:

  • O Nervo Radial: inerva os músculos extensores do cotovelo, punho e dedos e o supinador do antebraço; é responsável pela sensibilidade na região posterior do braço, antebraço e dos quatro primeiros dedos.
  • O Nervo Mediano: inerva os músculos flexores do cotovelo, punho e dedos e os pronadores do antebraço; é responsável pela sensibilidade na zona palmar do três primeiros dedos e metade no dedo anelar; geralmente é associado à Síndrome do Túnel Cárpico.
  • O Nervo Cubital: inerva uma parte dos músculos flexores do punho e dedos; é responsável pela sensibilidade na região dorsal e palmar do quinto dedo e metade do dedo anelar.

A lesão destes nervos pode resultar de diversos fatores como posturas/posicionamentos incorretos mantidos durante longos períodos de tempo (p.ex durante o sono, teletrabalho, etc), movimentos repetidos (p.ex trabalho ao computador, cozinhar, etc), traumas diretos, fraturas, entre outros.

            De referir ainda que os nervos podem ser lesados em diferentes pontos do seu trajeto e por diferentes causas, pelo que os sintomas podem não ser os mesmo de pessoa para pessoa. Nestes casos é sempre importante contactar um profissional de saúde para obter a ajuda necessária à avaliação e resolução do seu problema. Fale com os nossos Fisioterapeutas, eles podem ajudá-lo!

 

Mafalda Antunes

Departamento de Fisioterapia Clínica das Conchas

Licenciatura em Fisioterapia pela Escola Superior de Tecnologia e Saúde de Lisboa